sexta-feira, 8 de março de 2013

Dicas de viagem: Inglaterra

Olá leitores, boa noite!
Vou dar continuidade hoje ao nosso quadro '' Dicas de viagem '' contando com a participação de minha linda amiga Laianne Brasil, intercambista apaixonada por história, livros, e é claro Londres. Ela vai nos contar como foi sua incrível experiência nessa viagem.

1. Como foi quando você teve a confirmação da viagem? 
Foi surreal! Um ano antes, eu estava convencendo meus pais de me deixarem ir pra Disney, e, depois de muito esforço, consegui.  Eu ia com meus amigos pros Estados Unidos no dia do meu aniversário. Tinha presente melhor? Tinha. Depois de já ter ido nas reuniões da empresa pela qual íamos viajar e ter acertado tudo, inclusive a viagem do visto, recebi, literalmente no último minuto, um aviso sobre um intercâmbio de 3 semanas pra Inglaterra e 1 semana pra Itália. Juro que quando li aquele papel tive que segurar as lágrimas. Era meu sonho ir pra Inglaterra, e logo atrás, um desejo imenso de conhecer a Itália. Fui com o aviso preso na mão a volta pra casa inteira e com os pensamentos à mil na cabeça. E se eu conseguisse trocar as viagens? Como era pelo colégio, provavelmente minha mãe deixaria. Foi a primeira coisa que falei com meu pai quando cheguei em casa, já em lágrimas, implorando para que ele me deixasse ir, e, depois que eu ouvi a resposta fui a menina mais feliz do mundo pelo resto do dia. 

2. Que lugares você visitou e os que mais gostou?
Em primeiro de tudo eu PRECISO fazer uma super propaganda da cidade em que eu fiquei. Guildford é o lugar mais fofo do mundo! É a personificação do esteriótipo inglês. A mistura perfeita de modernidade com a história... Eu passeava nas ruas e me sentia num filme, ou num conto de fadas inglês. Numa das vezes que fizemos passeios por lá, eu e uma amiga saímos um pouco do roteiro do grupo e atravessamos um shopping que dividia duas ruas. Quando alcançamos a rua de trás, havia um muro muito bonitinho que chamou nossa atenção, e, quando entramos, damos de cara com um castelo! Provavelmente não é o mais bonito, o maior ou o mais famoso, mas definitivamente o Castelo de Guildford é o lugar que mais me marcou nessa viagem. O Madame Tussauds de Londres é in-crí-vel, o museu de História Natural é MARAVILHOSO (bom, sou suspeita, mas pra quem gosta de história ou não, vale a pena ir). Consegui ver a troca da guarda britânica! É muito legal e muito muito lindo, haha. Big Ben e London Eye são clássicos, né? Chorei em ambos, sendo que no primeiro fiquei meia hora transbordando e deixei todo mundo assustado. Fiz um passeio no rio Tâmisa e me realizei! O museu Marítimo, que fica no meridiano de Greenwich é apaixonante, na sala do Titanic eu quase explodi de tão encantada. A Oxford Street iria deixar Bella e Mari louquinhas, como eu mesma fiquei! Vi Cambridge, Brighton (pros fãs de FMF, SIM, EU VI A PRAIA, O PÍER E A RODA GIGANTE ), e ambos me encantaram! Nenhuma cidade me decepcionou em nenhum quesito, todas são muito lindas e valem a pena serem vistas. Na Itália, fui no Coliseu, em Pompéia e Herculano, nas ruínas e na praia de Óstia, em inúmeros museus e dei uma passeada clandestina na cidade, haha. 

3. Como ocorreu o processo de comunicação entre as diversas línguas? 
Bom, eu fiquei numa universidade com alunos de várias outras nacionalidades (turcos, russos, italianos, espanhóis, marroquinos, uma grega..) e meu inglês era bem mais ou menos, então no início eu me senti meio desconfortável. Haviam outros brasileiros comigo, os quais passei a maior parte do tempo, e também não era a pior do grupo, mas tive que me virar pra aprender a me comunicar lá. Depois que eu peguei o jeito, foi relativamente fácil! Não me lembro de ter passado por nenhuma dificuldade em comunicação muito acentuada, exceto, talvez, quando eu perdi a chave do meu quarto. Aprendi bastante nas 3 semanas de aula que tive, e amei demais minha professora! Ajudou bastante ficar conversando com os amigos que fiz de outros países, e aprendi algumas palavras em outras línguas também. No final, o inglês foi a parte mais fácil da viagem.  

4. Eu recomendo... Eu aprendi que... 
Se você for fazer intercâmbio, eu recomendo muito ficar numa universidade com pessoas de outros países (sem brasileiros!), falando uma língua diferente da sua. Bom, não foi exatamente meu caso, mas a vontade de conversar com meus amigos estrangeiros me deixou muito mais desinibida e me fez melhorar bastante. Se você for à Londres não se prenda a pontos turísticos clichês! Vá, dê um passeio na cidade, tire um tempo para visitar as praças, as ruas, os bairros, pare nas atrações (no meu caso, um humorista que era brasileiro!!) e entre na rotina do inglês. Vai ser fascinante, eu garanto! Lá, eu aprendi a ter mais responsabilidade, a cuidar melhor das minhas coisas e dar valor ao que é realmente importante. Foi uma experiência maravilhosa e, sem dúvida, a melhor viagem da minha vida.  
                                                Vejam algumas fotinhas de Lalai.



            Me conte como foi sua experiencia também

            Viste nosso ask e me siga no meu instagram 




   Vanilla Kisses

             



Nenhum comentário:

Postar um comentário